Já o afirmei muitas vezes informalmente, mas aqui fica escrito: nem sempre leva de vencida, mas Patrice Trovoada tem jeito e artes de ver mais a dormir do que os outros políticos juntos de olhos abertos (esta propositada coloquialidade visa enfatizar as limitações das análises que se querem canónicas, mas que amiúde se revelam distraídas porque embaladas pela crença na bondade de propósitos dos homens e escoradas em lucubrações teóricas, criativas mas sem adesão à realidade, quando, afinal, a esta decisivamente subjaz o desespero pelo pão para a boca). Que Patrice Trovoada faria tudo para voltar, era mais do que evidente… desde o preciso momento em que abandonou o arquipélago na sequência das eleições de 2018!2 E, dada a probabilidade de uma vitória por interposta pessoa – Carlos Vila Nova – nestas presidenciais, Patrice Trovoada não parece estar muito longe de conseguir esse desiderato…

Page 4 of 4

R&D Supported by

R&D Unit integrated in the project number UIDB/00495/2020 and UIDP/00495/2020.

 

Contacts

Centro de Estudos Africanos da Universidade do Porto
Via panorâmica, s/n
4150-564 Porto
Portugal

+351 22 607 71 41
ceaup@letras.up.pt